Marco Antonio Raupp (1938)

Atual Diretor Geral da Associação Parque Tecnológico de São José dos Campos, nomeado em 01 de outubro de 2014. É Doutor em Matemática pela Universidade de Chicago, livre-docente pela Universidade de São Paulo, onde foi professor associado no Instituto de Matemática e Estatística. Sua especialidade em pesquisa é Análise Numérica e Matemática Aplicada. Dividiu sua vida profissional entre as atividades acadêmicas e a gestão de instituições de ciência e tecnologia, tornando-se defensor da integração entre a instituição de pesquisa e o setor produtivo. Foi pesquisador e diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC). À frente da diretoria do INPE, participou das negociações que resultaram no programa dos satélites CBERS em cooperação com a China. Ainda no INPE, em tempo recorde conseguiu implantar o Laboratório de Integração de Testes e na Direção do LNCC criou o Laboratório de Bioinformática, ambos considerados de ponta e utilizados por pesquisadores e pela indústria. Foi Diretor Geral e um dos mentores da criação do Parque Tecnológico de São José dos Campos, organização que dirigiu entre 2006 e 2011, atuando de forma decisiva para a implementação de projetos inovadores. Foi presidente e conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). É membro titular da Academia Internacional de Astronáutica (IAA) e foi membro titular do Conselho Superior da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). Presidiu a Agência Espacial Brasileira (AEB), instituição a que levou sua larga experiência em temas da política e tecnologia espacial, tendo integrado também o Conselho Administrativo da Alcântara Cyclone Space (ACS). Foi membro titular do Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia (CCT), presidente do Conselho de Administração do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), membro do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS), todas instituições integrantes do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação. Recebeu o título da Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico da Presidência da República; Grande Oficial da Ordem do Mérito Aeronáutico, Força Aérea Brasileira/FAB; Grande Oficial da Ordem do Mérito Naval, Marinha do Brasil/Brasília; Medalha de Pacificador, Exército Brasileiro/EB; Grã-Cruz da Ordem do Rio Branco, Ministério das Relações Exteriores/MRE; Medalha da Inconfidência, Governo no Estado de Minas Gerais/Ouro Preto; Foi Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação de janeiro de 2012 à março de 2014.