Grupo de Trabalho em Meio Ambiente

RESUMO

O cenário em curso de desmantelamento das políticas ambientais no Brasil exigiu a articulação de diversos setores da sociedade voltados para preservação, conservação e uso sustentável da Biodiversidade. Neste cenário, o Grupo de Trabalho (GT)  em Meio Ambiente da SBPC busca: i) promover e facilitar o engajamento de sociedades e associações científicas, pesquisadores afiliados (as) à SBPC na temática ambiental ; ii) contribuir para disseminação e popularização de informações técnico-científicas à sociedade civil, favorecendo a inclusão  dos diversos setores, assim como a conscientização da gravidade da situação; iii) produzir documentos técnicos-científicos que subsidiem decisões do setor legislativo, entre outros setores da sociedade, em relação à conservação ambiental no país, iv) representar a SBPC e/ou dar suporte nas indicações de pesquisadores em fóruns e comissões ligadas à área ambiental bem como apoiar a SBPC e as Secretarias Regionais da SBPC em situações que envolvem questões ambientais. 

QUALIFICAÇÃO DA PROPOSTA

Diante do atual cenário de desconstrução das políticas de conservação da biodiversidade no Brasil, as associações e sociedades científicas brasileiras de áreas correlatas à conservação ambiental e sustentabilidade, bem como pesquisadores associados às coalizões e organizações que atuam na área ambiental se uniram por meio da SBPC. O objetivo é promover discussões de relevância nacional e internacional, a fim de gerar informações de qualidade a serem divulgadas à sociedade (setores legislativo, judiciário e sociedade civil), buscando ampliar a participação popular em cenários de vulnerabilidade socioambiental.

Até 2018, a política ambiental brasileira, e seus desdobramentos, tiveram suporte nas discussões de setores da sociedade científica e civil. Tal contexto propiciou a criação e o fortalecimento de relevantes mecanismos de planejamento, fiscalização e controle, desde a criação das normativas até a efetivação das ações. Contudo, o atual desmantelamento das políticas de conservação da biodiversidade reverteu essas conquistas e ampliou as falhas na transmissão de informações baseadas em evidências e fundamentadas na Ciência à sociedade. Preencher esta lacuna, por meio de interação multidisciplinar e multisetorial, é uma das missões do grupo de trabalho da SBPC.

IDENTIDADE

Quem somos? Um grupo de trabalho formado por sociedades e associações científicas com caráter multidisciplinar, que visa atuar em ações ligadas à conservação da Biodiversidade, assim como em aspectos políticos e socioeconômicos que permeiam a conservação ambiental no Brasil. Neste sentido, a identidade do GT está em consonância com os ideais e objetivos da SBPC previstos no Art.2 do seu Estatuto.

O que pretendemos? i) Expandir, difundir e popularizar as ciências ambientais e áreas correlatas, ressaltando a relevância e os benefícios do desenvolvimento sustentável e da conservação ambiental, mediante os ideais e perspectivas da SBPC; ii) Estabelecer discussões e produzir documentos que subsidiem decisões parlamentares, do setor político, judiciário e demais setores da sociedade sobre as questões ambientais e legislação pertinente.

Entre as palavras-chave que norteiam o GT destacamos: multidisciplinariedade; socioeconomia; desenvolvimento sustentável; conservação paisagem; mudanças climáticas; Legislação ambiental; bioeconomia.

gt-meio-ambiente

Figura 1. Fluxograma indicando mecanismos de ação e grandes áreas de atuação Grupo de Trabalho em Meio Ambiente da SBPC.

As presentes ações englobam os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS`s) preconizados pela Organização das Nações Unidas (ONU), considerando as bases da conservação ambiental e direitos humanos entre eles: ação contra a mudança global do clima, vida na água, vida terrestre, agricultura sustentável e Educação de qualidade.

Composição GT SBPC:

  1. Luciana Gomes Barbosa
    Presidente da Associação Brasileira de Limnologia (ABLimno)
    Coordenadora do Grupo de trabalho da SBPC
    Contatos: lgomesbarbosa@gmail.com; gtmeioambiente@sbpcnet.org.br
  1. Mariana Mazza
    Assessora SBPC
  1. Maria Teresa Fernandez Piedade
    Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
    Membro da Coalizão Ciência e Sociedade
  1. Rute Maria Gonçalves de Andrade
    Membro da SBPC
  1. Fábio Takeshi
    Membro da Organização Política por Inteiro
  1. Carlos Eduardo de Viveiros Grelle
    Presidente da Associação Brasileira de Ciência Ecológica e Conservação (ABECO)
    Membro Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos e da Coalizão Ciência e Sociedade
  1. Maria Alice dos Santos Alves
    Presidente da Sociedade Brasileira de Ornitologia (SBO)
    Membro da Coalizão Ciência e Sociedade
    Representante fórum Zoologia
  1. Fernanda Vidigal Duarte Souza
    Presidente da Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos (SBRG)
  1. Maria Elina Bichuette
    Representante da Sociedade Brasileira de Ictiologia (SBI)
    Representante fórum Zoologia
  1. Flavio Manoel Rodrigues da Silva Júnior
    Presidente da Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia (Ecotox Brasil)
  1. Daniel Caixeta Andrade
    Presidente da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO)
  1. Lucy Takahashy
  2. Elbert E. Nehrer Macau
  3. Paulo Mancera
    Representante Sociedade Brasileira de Matemática
  1. Paulo Rodrigues
    Representante Sociedade Brasileira de Estatistica
  1. Paulo Artaxo
    Vice- presidente da SBPC

Consultores:

Mercedes Bustamante
Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos; Membro da Coalizão Ciência e Sociedade

Jean Paul Metzger
Membro da Coalizão Ciência e Sociedade