O Código Florestal e a Ciência: Contribuições para o diálogo – The Brazilian Forest Code and Science: Contribuitions to the dialogue

De caráter interdisciplinar e por meio de um estudo amplo, um grupo de trabalho levantou dados técnico-científicos para subsidiar a discussão em torno do Código Florestal. As conclusões do estudo estão publicadas nas duas edições deste livro. Ano de publicação: 2013

A discussão em torno das mudanças no Código Florestal propostas no substitutivo ao Projeto de Lei nº 1.876/99, levou a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) a instituirem, em junho de 2010, um grupo de trabalho para analisar a questão. De caráter interdisciplinar, esse grupo de trabalho, por meio de um estudo amplo, levantou dados técnico-científicos para subsidiar a discussão. As conclusões do estudo estão publicadas nas duas edições do livro “O Código Florestal e a Ciência: contribuições para o diálogo”.

Leia abaixo a íntegra da publicação e outros documentos relativos ao assunto.

Grupo de Trabalho da SBPC e ABC repudia aprovação do novo Código Florestal (27/4/2012)

O CÓDIGO FLORESTAL E A CIÊNCIA: Contribuições para o diálogo
2ª Edição – 2012

Esta edição inclui: Carta da SBPC e ABC à Presidência da República Federativa do Brasil, quanto a aprovação pela Câmara dos Deputados do Código Florestal (PL 1876-E/1999). Carta aberta da SBPC e ABC expedida ao Senado Federal, destacando as mudanças mais sérias propostas pelo projeto de lei (PLC 30/2011), sobre a proposta do Código Florestal encaminhada pelo Senado à Câmara dos Deputados. Tabela com apontamento dos problemas encontrados na proposta enviada pelo Senado à Câmara. “Do Código Florestal para o Código da Biodiversidade” – Manifestação do cientista Aziz Ab’Sáber (in memoriam) sobre a mudança do Código Florestal no Brasil, encaminhada por ele e pela SBPC e ABC, respectivamente ao relator do projeto e à Câmara dos Deputados. Sumário Executivo com as propostas e considerações da SBPC e ABC